Como montar uma sala de treinamento

Vamos imaginar o seguinte cenário:

Sua empresa vem crescendo consistentemente nos últimos meses, você está feliz, o fluxo de caixa vai bem e todas as coisas boas, que se espera de uma empresa de sucesso. Mas (sempre tem um "mas") em uma bela manhã, você percebe que a cultura empresarial que promove o crescimento, está começando a ficar pelo caminho, que os novos funcionários (afinal estamos falando de uma empresa em crescimento), demoram um pouco mais para "pegar no tranco", e quando isso acontece, parece que algo ficou perdido, e aquele "sonho" inicial está se tornando um "pesadelo", sua empresa está virando uma caricatura de um "telefone sem fio" e você não vê a hora de acordar e sair deste pesadelo!

Mas calma! A solução pode ser bem simples.

Talvez, seja a hora de montar uma "Sala de Treinamento", simples assim, pelo menos em tese...rsrsrs...

Pois é, pode parecer uma coisa pequena, mas dedicar um tempo para o treinamento e disseminação da cultura da empresa, para os colaboradores, pode trazer ótimos resultados para companhia, e uma sala de reunião bem montada, pode ser decisiva no resultado prático dos treinamentos.

O primeiro passo, para montar uma sala de treinamento, será definir o espaço físico, que poderá ser externo (atualmente existem muitos locais que oferecem salas para serem locadas por dia ou horas), o que é muito bom para convennções anuais, por exemplo. Ou se os seus treinamentos são mais frequentes, a melhor saída é ter um local dentro da companhia para treinamentos.

O segundo passo, é entrar em contato com um profissional da área de arquitetura e design, para propor o melhor projeto de mobiliário para você. Um bom lugar para encontrar um, para poder "chamar de seu", é aqui na www.opusflex.com.br que tudo será resolvido.

Mas, para deixar este post, mais "emocionante", vou colocar algumas dicas de como você poderá montar o seu espaço para treinamentos:


É muito importante, ter em mente, como será a dinamica de uso do espaço.

Longe de querer "engessar" as possibilidades de projeto, reuni algumas das soluções mais comuns, bem como as suas características, ajudar na definição do layout da sala.

- Formato "U" com mesas:



Este é o formato ideal para realização de "workshops", pois privilegia a interação entre todos os participantes, que podem dialogar e debater, sem perder o contato visual. Ao mesmo tempo em que as mesas servem como apoio aos materiais utilizados no treinamento. Alem disso, proporciona o conforto adequado ao tipo de atividade, que costuma levar mais tempo.


- Formato "U com pranchetas universitárias:


Este é o formato ideal para palestras com alto índice de interação, onde os participantes precisam tomar nota, ou preencher formulários. Este formato também pode ser utilizado em processos seletivos, com um grande número de participantes. Traz como vantagem em relação ao formato anterior, a maior mobilidade e maior taxa de ocupação do espaço (mais gente por metro quadrado).


- Formato "U" simples:

Este formato permite uma mobilidade ainda dos participantes, sendo indicado para dinâmicas com grande nível de interação. A ausência das mesas, permite uma análise das reações corporais dos participantes, ajudando no feedback, para o treinador.


- Formato "mesas redondas":




Este formato é indicado para atividades em que o grupo é dividido em equipes, como jogos corporativos, hackathon e "design thinking". Pois possibilita a divisão em grupos menores, ao mesmo tempo que promove o debate incentivando a exposição de idéias.


- Formato "espinha de peixe":




Este formato é uma variação da tradicional sala de aula, com a vantagem de facilitar a visualização do instrutor, independente do local em que a pessoa se sentar. É um formato que facilita a utilização de materiais de apoio, como apostilas ou mesmo notebook.


- Formato "sala escolar":



É um arranjo tradicional, onde todos ficam voltados para o instrutor. Tem como vantagem em relação ao formato anterior, o melhor aproveitamento do espaço.





- Formato "auditório":




Se do latim, a palavra "audi" significa ouvir, este formato permite que o maior número de pessoas possam ouvir, o que o palestrante te a dizer, pois permite a maior taxa de ocupação possível. Por conta disso, é importante que ao projetarmos espaços deste tipo, ter atenção às normas do corpo de bombeiros do seu estado. Temos que garantir que o espaço entre as cadeiras sejam adequados, proporcionando conforto e segurança.



Caso você tenha ficado na dúvida, de como será o uso prioritário do espaço. A minha sugestão são mesas e cadeiras versáteis, que possam abranger vários usos do espaço. Para isso, você deve optar por cadeiras que possam ser empilháveis e mesas que possam ser facilmente remanejáveis. Com isso você terá um espaço extremamente flexível, que irá atender as mais diversas atividades do espaço.

Pensando nisso, a Opusflex, lançou uma linha completa de cadeiras multi-uso, especialmente pensadas para áreas de treinamento felxíveis:




Se você está pensando em montar uma sala de treinamentos na empresa, entre em contato conosco!

www.opusflex.com.br

156 visualizações0 comentário